Oferecimento:

Em fevereiro do último ano, o estudante André Nunes Nachtigall, de 24 anos, diagnosticado com paralisia cerebral ainda na infância, usou o Facebook para pedir ajuda do youtuber Whindersson Nunes para divulgar uma campanha que havia criado para conseguir comprar um triciclo adaptado.

Whindersson, no entanto, surpreendeu o fã e respondeu que daria de presente o dinheiro referente ao triciclo. “Onde é que tem esse troço moço? ‘Nois’ compra agora!”, respondeu o piauiense na época. A Honda, ao saber do caso, também se disponibilizou a patrocinar a moto que carregaria a engenhoca.

Apesar de o valor, um total de R$ 25 mil, ter sido depositado diretamente na conta do empresário responsável pela fabricação do veículo, André nunca recebeu o triciclo e o caso foi parar na Justiça.

Duas audiências já foram realizadas mas não houve acordo entre as partes. André afirma que o empresário foi escolhido porque é considerado o único no Brasil com a documentação para o triciclo. Ele também contou que o humorista quis fazer uma nova doação, mas ele não aceitou.

“Whindersson e a Honda pagaram a ele tudo direitinho e ele sumiu, mas não imaginava que ele fosse assim”, contou o rapaz em entrevista ao UOL.

A assessoria de Whindersson lamentou o ocorrido. “A NonStop Produções Artísticas, empresa que cuida da carreira do youtuber Whindersson Nunes, lamenta o fato e informa que o artista fez o depósito para a empresa Triciclos Freeway que fabrica a moto adaptada para a cadeira de rodas e que a mesma se comprometeu a ajudar e entregar o produto, porém, depois de inúmeros contatos, essa mesma empresa parou de responder nossa equipe e não cumpriu sua parte no acordo.Informamos também que estamos colaborando para que esse episódio se solucione o mais rápido possível”, diz uma nota enviada por ela.

0saves
If you enjoyed this post, please consider leaving a comment or subscribing to the RSS feed to have future articles delivered to your feed reader.
Whindersson Nunes doa triciclo adaptado para jovem com paralisia cerebral e caso vai parar na Justiça

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas